Novo Vacuum Pump ISO 68 Ver maior

Vacuum Pump ISO 68

ST42027-1

Novo produto

Óleo totalmente sintético para uso em bombas de vácuo de alto desempenho

Mais detalhes

16,67 € com IVA

Incluindo 0,11 € para a eco-taxa

Mais informação

Descrição:

Fluido de tecnologia avançada especialmente desenvolvido para a lubrificação de bombas de vácuo.

Formulado a partir de bases e ésteres de polialfaolefina sintética (PAO) em combinação com

aditivos de última geração. Oferece desempenho superior mesmo nas condições de

trabalho mais adverso.

 

 

- Recomendado para uso na maioria das bombas de vácuo operando sob condições

muito severo.

- Adequado para a lubrificação de compressores de ar do tipo rotativo e de paletes.

 

- Propriedades de baixa fricção.

- Alta estabilidade térmica.

- Reduz a manutenção de bombas de vácuo, longos intervalos de troca.

- Baixa volatilidade e perda por evaporação.

- Alto ponto de ignição e autoignição.

- Excelente estabilidade à oxidação.

- Totalmente compatível com juntas e vedações comuns mais usadas.

 

Informações Técnicas:

 

Grado ISO

ISO 3448

32

46

68

100

Densidade a 15ºC, kg/l

ASTM D-1298

0.834

0.834

0.841

0.843

Viscosidade a 40ºC, cSt

ASTM D-445

32

46

68

100

Viscosidade a 100ºC, cSt

ASTM D-445

6.2

7.9

10.22

11.7

Índice de viscosidade, min

ASTM D-2270

140

140

140

140

Ponto de ignição, ºC

ASTM D-92

>200

>220

>220

>240

Ponto de congelação, ºC

ASTM D-97

-60

<-50

<-50

-45

Cinzas sulfatadas, %wt

ASTM D-874

<0,01

<0,01

<0,01

<0,01

Corrosão ao cobre, 3h a 100ºC

ASTM D-130

1a

1a

1a

1a

 

 

DIN 51506

VC-L / VD-L (*)

ISO 6521

DAA / DAB / DAG / DAH

(*)Temperatura de compressão entre 160 e 220ºC


Saúde, segurança e meio ambiente:

 

A ficha de dados de segurança e higiene para este produto está disponível, de acordo com os regulamentos europeus válido.

Fornece informações sobre o perigo do produto, cuidados durante o seu manuseio, primeiros socorros e dados ambientais.

Recomendamos a leitura antes de manusear o produto.

Elimine o óleo usado, seguindo as normas nacionais em vigor.

Não despeje em ralos, solo ou cursos de água.